wholesale nfl jerseys
authentic cheap nfl jerseys

Top 10 – Os piores filmes de 2017

10 – A vigilante do amanhã

Mesmo tendo um visual impecável, o longa não desperta empatia e segue uma história repleta de personagens genéricos, principalmente seu vilão, totalmente esquecível. O esforço de Scarlett Johansson de trazer uma verdade para a personagem e para os acontecimentos da trama é visto, mas não é o suficiente para defender e trazer interesse para o filme.

 

9 – Liga da justiça

As expectativas eram baixas, mas, mesmo assim, Liga da justiça conseguiu decepcionar. Com um roteiro bagunçado, que não consegue conectar bem todos os heróis, o filme tenta desesperadamente agradar de todas as maneiras possíveis, mas só consegue piadinha estéril do Flash, que mesmo interpretado bem por Ezra Miller, não consegue deslanchar por conta de suas falas ingênuas e deslocadas das cenas. O Batman perde sua força e a Mulher Maravilha, assim como em Batman vs Superman, termina tendo a maior força do grupo. Superman, se unir todas as obras, tem um arco interessante, mas que fica perdido no seu rosto de CGI. Sim, aprece piada, mas o rosto do Superman tira o foco de tudo, é risível, é até inaceitável. Além da atuação de Miller, da força da Mulher Maravilha, um ponto alto e positivo do filme é a maneira na qual o Superman volta a vida. Contudo, as qualidades do longa não tiram todo o constrangimento e tristeza que é assistir à essa obra que não pode nem ser guilty pleasure, tendo em vista que assisti-la é desconfortável e maçante.

 

8 – Dona Flor e seus dois maridos

Outra adaptação do clássico de Jorge Amado, essa nova versão consegue nem trazer algo de novo, nem repetir com sucesso o que as versões anteriores trouxeram. Com cenas de amor inundadas de um melodrama que não casa com a mistura de tons cômicos, com bordões e repetição de planos para passar informações repetidas, o longa se perde e torna-se exaustivo, conseguindo repetir tanto o tema cantado por Maria Bethânia que pode despertar certo desprezo em relação à canção. Somente o trio de atores têm um bom desempenho, mas, claro, não conseguem salvar o filme de uma monocordia incômoda.

 

7 – A cabana

Filmes que têm uma base religiosa dificilmente conseguem não cair no piegas e é o que acontece com A cabana. Com personagens sem personalidade e frases de efeito genéricas, o longa pode até cair no cômico pela obviedade e ingenuidade de suas tiradas. Mas, como ele consegue não ser o pior? Ainda que exista a cena de Alice Braga sendo a Sabedoria e falando frases de livro de auto ajuda, a concepção do que é Deus e a verdade na qual Octavia Spencer defende sua personagem, trazem um sentimento acolhedor para o filme. Não sustenta seus longos e eternos minutos, mas diminuem a frustração de ter ido assistir ao longa.

 

6 – Transtornada obsessiva compulsiva

Tatá Werneck é uma humorista muito boa e que tem um humor muito sagaz e um timming certeiro. Mas, o longa estrelado por ela é uma colcha de retalhos com cenas que funcionam separadamente, mas que juntas não formam uma obra concisa. Apesar da comédia bem feita pela atriz, o talento da mesma não consegue segurar o longa. As relações são mal construídas e, mesmo tendo química com o ator Daniel Furlan, o romance se mostra gratuito e sem graça. A trama se perde na obra e, em vários momentos, temos cenas que são basicamente esquetes soltas. Além da cena de alto orçamento do começo do filme que nada mais é que um sonho, desperdício de dinheiro no cinema e de tempo de cena.

 

5 – T2 

Um filme extremamente icônico e cult, que marcou uma geração inteira nos anos 1990 se perde numa continuação forçada. As personagens continuam as mesmas, isso não se perdeu, mas as motivações delas parecem importante demais num cenário de pessoas perdidas. A nostalgia invade o filme e as cenas são marcadas por flashbacks e rimas com planos do primeiro longa. Os acontecimentos são gratuitos, não possuem nenhuma lógica, a inutilidade das personagens se dissolve na necessidade e urgência de que conflitos apareçam na trama, deixando uma sensação de perda da empatia em relação à história e às personagens. Um vazio que deveria ser das personagens da trama pode terminar invadido o espectador porque não há muita razão para uma continuação, para além de cenas nostálgicas que lembram as clássicas cenas de sua primeira obra. Uma pena.

4 – Kingsman 2

Graças a Juliane Moore e Elton John o filme conquistou o quarto e não o primeiro lugar desta lista. Uma decepção sem tamanho, Kingsman se tornou tudo o que pretendia não ser e transformou-se numa obra totalmente genérica, com as personagens totalmente deslocadas e sem personalidade, o filme tenta jogar uns truques, umas cenas bombásticas e mata personagens importantes para dar um efeito em cenas totalmente não importantes para a trama.

Colin Firth, aparentemente, esqueceu o que estava fazendo no set e somente disse seu texto para uma câmera. Sua personagens são sérias, retraídas ou tímidas, nunca apáticas. O brilho de sua personagem morre e vemos um Harry seguindo o fluxo morto de uma trama que se extende em cenas que não caminham para lugar algum.

3-  O rastro

A tentativa de copiar um estilo estadunidense de fazer terror, apostando em jump scare e em cômodos escuros em que ouvem-se vozes do além, etc. O problema é que longa não provoca medo, não desperta uma relação mais espelhada com o protagonista, que nem sabe ao certo o que está investigando. Vestido como um horror, a obra termina sendo mais sobre esquemas políticos do que sobre espíritos. E poderia ser, caso não fossem duas razões: a promessa constante de que haverá um desfecho relacionado ao sobrenatural e o lado genérico das intrigas políticas que são não apelativas e totalmente previsíveis. O filme não traz nem um suspense sobre a suspeita de quem ou o que está acontecendo no hospital. Tudo é muito óbvio, previsível e sem graça.

 

2- A comédia divina

Tudo de mais ingênuo, caricato, óbvio e brega está encarnado neste filme. Com piadas altamente infames, com uma baixa qualidade na decupagem das cenas, que quase nunca possuem planos que se costuram entre si, com uma iluminação chapada, com atuações exageradas ou artificiais (até da diva Zezé Motta), o longa é um desperdício que tempo de quem fez e quem assistiu. É muito difícil imaginar que uma equipe relativamente grande não percebeu os figurinos Bambuluá, uma definição do que é o mal expresso da maneira mais batida possível e, claro, o texto absurdamente caótico, redundante com o visual do filme e vergonhoso. A comédia divina não só é um dos piores filmes do ano, mas como de todos os tempos. Porque obras ruins podem pegar nosso coração por sua verdade ou por sua história que desperta empatia. Mas filme realmente ruim é esse. Dificilmente alcançará qualquer público, que é ingênuo para despertar risada somente de crianças, mas as crianças não são o público alvo porque os atores estão sempre cerrando seus olhos, dizendo coisas que são pecado, as personagens têm comportamentos que não servem de muito exemplo, ou seja, não é o público que o filme que cativar. Ou seja, ele não chega a lugar nenhum, não tem nada que se destaque ou que possa ser perdoado.

1- Internet –  O Filme

Filme…O filme…como chamar essa colagem de cacos soltos, piadas machistas, gordofóbicas, sem graça, com “atuações” bizarras, com “atores” que não sabem nem se posicionar em cena, que não tem noção de seus corpos em relação à câmera. Eu entendo, a ideia era pra ser massa, um monte de youtubers no filme, conquistar a galera que curte youtubisse. Mas é um longa que não faz o mínimo sentido, que não tem uma linha narrativa clara, que não parece ser pensado pelas mesmas pessoas, no sentido de que, cada cena tem um humor, uma estética, uma visão diferente. Nada casa com nada, nada é interessante. Os diálogos possuem um nível de aparente improviso que grita amador.

Categoria: Sem categoria

Sobre o autor ()

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Suggestions For A Football Fan To Decorate Football-Themed Room
Relationship Between Coach And Mlb Players Is Very Important
Buy Nfl Jerseys Will Be The Craziest Strategy Support Nfl
Females Could Have Enjoyment Of Nfl Football Games
Ways Our Kids And I Plan For Penn State Home Football Match Ups
How To Identify Fake Nfl Jerseys
The Real Cash Reason Behind Re-Instating Michael Vick To The Nfl
How Clay Matthews' Retro Alternate Jersey Boosted My Nfl Interest
Best Christmas Gifts For Football Fanatics
Touchdown Football Party
cheap jerseys
wholesale jerseys
cheap nfl jerseys
wholesale jerseys
cheap nba jerseys
wholesale nba jerseys
nba jerseys cheap
cheap jerseys