cheap jerseys| wholesale jerseys| Cheap Jerseys Hot Sale For World Cup| Cheap NFL Jerseys Supply, Wholesale Jerseys China Free Shippi| Cheap authentic jerseys,Wholesale jerseys Quality Cheap Jerseys| Cheap China Jerseys From China Wholesale NFL Jerseys Free Shipping| Wholesale NFL Nike Jerseys Free Shipping For Sale Cheap | cheap jerseys from china:wholesale jerseys free shipping| Cheap China Jerseys From China Wholesale NFL Jerseys Free Shipping| NFL Jerseys China: Authentic Quality Cheap Jerseys

[Resenha/Crítica]: Vazante

No tempo em que o mundo nem era mundo.

O filme Vazante, de Daniela Thomas, é de um tempo misterioso bem perto de nós. Aqui estamos em 1821, parece há muito tempo, mas não, está mais perto do que a gente pode imaginar. Na cidade de Minas Gerais, agora fica mais intrínseco ao nosso patriarcado, que teima em se sustentar em pleno século XXI. O comerciante de escravos, Antônio, perde a mulher e filho no parto. Antônio irá refazer sua vida com a sobrinha de sua esposa, Beatriz, uma menina de 12 anos.

Vazante é um filme de tempo lento e palavras miúdas. O subentendido está entendido. Fala-se de um momento da escravidão, está ali para servir e não ser servido. O pequeno escravo, cansado da labuta, pede um copo de água e, logo, recebe esbravejamento de querer ser como o patrão.

Vazante é de cores sem cor. As cores fugiram. É preto no branco. O preto fica para a exploração, para ser vilipendiado. Suas dores são as dores de um tempo em que não existia direitos, só deveres. O dever se cumpre. O direito vai embora.

A diretora Daniela Thomas vem de uma ótima relação com outros diretores. Com Walter Salles fez Terra Estrangeira, O Primeiro Dia e Linha de Passe e com Felipe Hirsch fez Insolação. Daniela faz em Vazante um filme que não é de denúncia, como ela já disse, “Denúncia é quando as coisas não estão ali, evidentes, a relação entre brancos e negros no Brasil é assim”.

Vazante tem o seu caminhar contemplativo. Tudo está ali como se fosse fragmentos de personalidades afoitas para a perda da pasmaceira, da apatia. Ninguém é protagonista da história, cada um é protagonista de sua própria história. Os brancos, os negros, as crianças que querem se tornar adultas.

A lentidão do tempo se faz presente na palavra e no que não é dito. E quando não se é falado, é vivido, se torna pleno.

Vazante abriu a noite de competição do 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, depois de acalorada recepção em Berlim, chamando atenção, agora, para os prêmios de Brasília. Vazante é um lindo voo solo de Daniela Thomas em todos os níveis.

#FestivaldeCinemadeBrasília50Anos

Nota do CD: [Rating: 4/5]
Sinopse:Minas Gerais. Século XIX. De volta à casa, depois de longa viagem conduzindo uma tropa de escravos, Antonio descobre que sua mulher morreu em trabalho de parto. Sentindo-se sozinho e isolado em uma fazenda improdutiva, ele busca um novo casamento com Beatriz, uma menina muito jovem que frustra seus planos de ter filhos. Antonio volta às expedições negociando escravos e gado. Sozinha na imensa propriedade, Beatriz encontra nos escravos sua companhia. Uma traição implode a família em uma espiral de violência, que é o anúncio dos ventos da mudança.
Trailer do Filme:

Ficha Técnica:
Direção: Daniela Thomas
Ficção, 116 min, 2017, SP, 14 anos
Elenco: Adriano Carvalho, Luana Nastas, Sandra Corveloni, Juliana Carneiro Da Cunha, Roberto Audio, Fabrício Boliveira, Vinicius Dos Anjos, Maria Helena Dias
Roteiristas: Daniela Thomas e Beto Amaral
Produtores: Beto Amaral, Maria Ionescu e Sara Silveira
Coprodutores: Pandora da Cunha Telles e Pablo Iraola
Produtor Associado: Fernando Meirelles
Diretor de Fotografia: Inti Briones
Diretor de Arte: Valdy Lopes JN
Som: Vasco Pimentel
Montadores: Estevan Schilling e Tiago Marinho
Figurinista: Cassio Brasil
Maquiagem: Rosemary Paiva
Uma Produção, Dezenove Som e Imagens, Cisma Produções e Ukbar Filmes
Coprodução: Globo Filmes
Distribuição: Europa Filmes

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Categoria: Detalhando, Drama, Festival de Brasília, Nacional, Resenhas de Filmes, Vavá Pereira

Sobre o autor ()

Um publicitário que ama os filmes desde que nasceu. De Closer a O Senhor dos Anéis, de Uma Linda Mulher a O Poderoso Chefão. Sim, eu amo Julia Roberts! Gosto de quem gosta dos filmes que gosto, mas gosto mais ainda de quem não gosta, pois uma boa discussão não faz mal a ninguém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

The Features Of Getting Wholesale Jerseys
The Worthy Discount Jerseys
Top Selling Nfl Jerseys
Dog Clothes For The Varsity Or Sports Fan
Ravens Helped The Jaguars To Absolve The Five Game Losing Streak
Budget Nfl Jerseys: Pleasant Way For Hunting
Use Afl Merchandise For Replacements On Your Football Party
Sports Team Shower Curtains
Life For The First Connected With Jerseys
Holiday Gift Guide For Football Fanatics
Enjoy Texas Rangers Baseball With The Kids
cheap jerseys
wholesale jerseys
cheap nfl jerseys
wholesale jerseys
cheap nba jerseys
cheap mlb jerseys
cheap nfl jerseys
cheap jerseys