cheap jerseys| wholesale jerseys| Cheap Jerseys Hot Sale For World Cup| Cheap NFL Jerseys Supply, Wholesale Jerseys China Free Shippi| Cheap authentic jerseys,Wholesale jerseys Quality Cheap Jerseys| Cheap China Jerseys From China Wholesale NFL Jerseys Free Shipping| Wholesale NFL Nike Jerseys Free Shipping For Sale Cheap | cheap jerseys from china:wholesale jerseys free shipping| Cheap China Jerseys From China Wholesale NFL Jerseys Free Shipping| NFL Jerseys China: Authentic Quality Cheap Jerseys

[Resenha/Crítica]: Animais Fantásticos e Onde Habitam

animais3

Só posso dizer isto: Que delícia de filme!

No mundo cinematográfico o que impera é a grana. Se houve grande bilheteria, com certeza haverá ganchos para que tenha muitas continuações. O Senhor dos Anéis e Harry Potter vinham do grande sucesso dos livros e de uma legião de seguidores no mundo inteiro. Os filmes foram sucessos estrondosos. Depois, O Hobbit – história que precede a de O Senhor dos Anéis – tentou seguir o mesmo caminho, mas o sucesso não foi o mesmo. Agora está chegando aos cinemas Animais Fantásticos e Onde Habitam, história que precede a de Harry Potter, 70 anos antes. J. K. Rowling é a roteirista. Rowling tem o poder nas mãos. A mulher manda muito bem.

>> Fizemos um vídeo com 5 curiosidades sobre o filme. Clique e confiram! 

Em 1926, Newt é um magizoologista, pessoa que cuida de animais com alguns poderes (rapimônio, occami, seminviso, gira-gira). Ele acaba de chegar a Nova York, com sua maleta repleta de criaturas, uma delas foge. Ele troca, sem querer, sua mala com a de um operário, Jacob, que quer ser padeiro. Agora ele precisa capturar os animais que estão fugindo da mala. Tina Goldstein é funcionária do Congresso Mágico dos Estados Unidos da América, e está investigando Newt, que é suspeito de contrabandear animais perigosos. Logo percebendo a confusão em que Newt se meteu, irá ajuda-lo a desfazer o mal entendido, junto com Jacob e sua irmã Queenie, que tem o poder de ler mentes. Só isso bastava, mas ainda tem a história mais densa: o jovem Credence, com uma mãe dominadora e fanática, quer a destruição dos bruxos. Crendence está meio perdido.

animais1Eddie Redmayne (Os Miseráveis) é o protagonista e continua sendo o mesmo de sempre, inexpressivo, ou melhor, com as caras e bocas que são suas melhores marcas, talvez (certeza) ele tenha um ganho por causa dos coadjuvantes que estão ao seu redor. Katherine Waterston (Vício Inerente) apresenta a sua Tina otimamente bem, sempre com um jeitinho pálido, quase frágil, quase dócil, tem boa presença na história. Ezra Miller (Precisamos Falar Sobre o Kevin, As Vantagens de Ser Invisível ), sempre saindo muito bem com o que é proposto. Um ator que sonhava em participar do mundo de Harry Potter vive um jovem problemático e taciturno, com presença marcante, bem que poderia ter ficado no lugar do protagonista. Collin Farrel, sóbrio, poderia ter sido melhor aproveitado, mas como serão mais quatro filmes, ainda terá mais chances. Johnny Depp (Transcendence – A Revolução) dá as caras (uma ótima cara) em um breve momento e promete aparecer muito mais nas continuações. A melhor sacada de Rowling é deixar coadjuvantes brilharem e, aqui, dois atores coadjuvantes têm aura de protagonistas: Alison Sudol e Dan Floger. Alison é a ruivinha, que de início parecia ser uma mulher fútil e sem nada a dizer, ledo engano, a mulher, com ótimas sacadas, é a presença feminina mais marcante do filme. Dan Floger, o gordinho gente boa, é o personagem mais carismático e com uma história pra si. Quando ele aparece, queremos saber mais de sua pessoa, em momentos “bobão” por causa da ruivinha, é melhor ainda. Quero sempre mais Dan Floger. E ainda temos um dos melhores finais de filmes do ano. Quase chorei.

Quem não acompanhou a saga de Harry Potter não precisa se preocupar, pois algumas citações são apresentadas, mas nada que possa dificultar o entendimento dessa nova história. Dito isso, vá e se divirta, afinal o que temos é muita diversão. A roteirista J. K. Rowling nunca esteve tão inspirada para inventar um mundo com criaturas fantásticas e personagens carismáticos. Até um deles diz que não teria ideia para inventar tanta coisa. E essas coisas fluem de um jeito maravilhoso, que nem percebemos a duração do filme. Rowling vai costurando o entrelaçamento dos personagens, juntando com os efeitos especiais e com a trilha sonora, mesclando momentos engraçados com outros de pura emoção em que nada é gratuito e, sim, essencial para a história. Em meio a isso temos pontuações sobre família, preconceito, ambição e descobertas de paixões. Os efeitos especiais são daqueles de visual maravilhosamente fantástico, quase sempre com um tipo que brinca com a ação do momento, uma delícia de apreciar. Animais Fantásticos e Onde Habitam é filme que não enrola o espectador, ele age rápido, quase como a velocidade da magia de uma varinha dos bruxos, dando velocidade aos acontecimentos e brilho essencial para cada um dos envolvidos. Se os filmes que virão a seguir tiverem um terço deste, essa franquia dará o que falar. Empolgação define. Não esperava tanto.

Nota do CD:

[Rating: 4/5]

Sinopse:O magizoologista Newt Scamander chega à cidade de Nova York levando sua maleta, em que carrega fantásticos animais do mundo da magia que coletou durante suas viagens. Newt precisará usar todas suas habilidades e conhecimentos para capturar uma variedade de criaturas que acabam fugindo.

Trailer do Filme:

Ficha Técnica:
Gênero: Aventura
Direção: David Yates
Roteiro: J.K. Rowling
Elenco: Alison Sudol, Carmen Ejogo, Christine Marzano, Colin Farrel, Dan Fogler, Eddie Redmayne, Ezra Miller, Fanny Carbonnel, Gemma Chan, Jason Newell, Jason Redshaw, Jenn Murray, Joe Malone, Jon Voight, Katherine Waterston, Lasco Atkins, Lobna Futers, Lucie Pohl, Peter Breitmayer, Ron Perlman
Produção: David Heyman, J.K. Rowling, Lionel Wigram, Neil Blair, Steve Kloves
Fotografia: Philippe Rousselot
Montador: Mark Day
Trilha Sonora: James Newton Howard
Duração: 133 min.
Ano: 2016
País: Estados Unidos / Reino Unido
Cor: Colorido
Estreia: 17/11/2016 (Brasil)
Distribuidora: Warner Bros.
Estúdio: Warner Bros.

Classificação: 12 anos

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Categoria: Aventura, Detalhando, Em Cartaz, Ficção, Resenhas de Filmes, Vavá Pereira

Sobre o autor ()

Um publicitário que ama os filmes desde que nasceu. De Closer a O Senhor dos Anéis, de Uma Linda Mulher a O Poderoso Chefão. Sim, eu amo Julia Roberts! Gosto de quem gosta dos filmes que gosto, mas gosto mais ainda de quem não gosta, pois uma boa discussão não faz mal a ninguém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *