cheap jerseys| wholesale jerseys| Cheap Jerseys Hot Sale For World Cup| Cheap NFL Jerseys Supply, Wholesale Jerseys China Free Shippi| Cheap authentic jerseys,Wholesale jerseys Quality Cheap Jerseys| Cheap China Jerseys From China Wholesale NFL Jerseys Free Shipping| Wholesale NFL Nike Jerseys Free Shipping For Sale Cheap | cheap jerseys from china:wholesale jerseys free shipping| Cheap China Jerseys From China Wholesale NFL Jerseys Free Shipping| NFL Jerseys China: Authentic Quality Cheap Jerseys

Toni Edermann

toni-erdmann-poster

Representante alemão de melhor filme estrangeiro na corrida pela disputa ao Oscar 2017, Toni Erdmann retrata o relacionamento entre Winfried, um professor de música boa praça, que gosta de fazer piadas e sua filha Ines, uma mulher extremamente ocupada, com muitos planos na esfera profissional e pouco tempo para vida social. Um almoço em família, logo no começo da produção, demonstra a enorme falta de intimidade entre os dois e o quanto possuem personalidades diferentes.

>> Essa crítica foi escrita para a cobertura do Festival do Rio 2016 e clicando aqui, você confere mais textos!

Cada um segue a vida de acordo com suas prioridades, mas a morte do seu cachorro de estimação causa em Winfried a necessidade de restabelecer a conexão com a filha e, assim sendo, ele programa passar todas as suas férias em Bucareste, capital da Romênia, onde ela trabalha e está batalhando para fechar um precioso contrato. É com frieza que Ines o recebe, fingindo não o conhecer, no saguão da empresa pela qual trabalha. O distanciamento entre os dois parece não ter solução, e, frustrado, Winfried desiste de seu plano e se despede da filha. É nesse momento que surge Toni Erdmann, seu alter ego, usado para pregar peças nas pessoas, mas que aqui retorna com o intuito de entrar no mundo burocrático da filha e forçar um convivência entre eles.

Toni Erdmann lida muito bem com o questionamento do quanto vale a pena abrir mão da qualidade de vida para obter êxito profissional, colocando os personagens em situações cômicas, promovidas pela excentricidade de seu protagonista, que, por exemplo, utiliza-se de uma dentadura para provocar riso às pessoas e a quem assiste. É, exatamente, por isso que é tão fácil o envolvimento com a produção, pois a crítica está presente, a reflexão emerge e tudo é apresentado de maneira cômica e divertida. Essa atmosfera criada auxilia, até mesmo, na passagem rápida da longa duração da obra, que, sim, poderia ter alguns momentos com cortes mais velozes, mas nada que tire sua qualidade ou que a faça ser cansativa. Isso, também, se deve a boa interação da dupla protagonizada por Peter Simonischek e Sandra Hüller, pois, caso não desse certo, tudo poderia descambar para o ridículo e não funcionar.

Há, também, uma crítica interessante sobre o comportamento das pessoas no ambiente corporativo e o quanto extrapolam os limites para atingir seus objetivos.  Ines já demonstra não saber diferenciar quais são suas obrigações na empresa e quais são suas obrigações fora dela, servindo, até mesmo, como companheira de compras da esposa de seu, desejado, cliente. É nesse tom que se desenrola a trama de Toni Erdmann e a evolução dos personagens é facilmente percebida pelo público, que não consegue ficar sem dar risada. A cena de conclusão é incrível e ficará marcada na memória do espectador.

Nota do CD:
[Rating: 4.5/5]

Sinopse: Winfried (Peter Simonischek) é um senhor que gosta de levar a vida com bom humor, fazendo brincadeiras que proporcionem o riso nas pessoas. Seu jeito extrovertido fez com que se afastasse de sua filha, Ines (Sandra Hüller), sempre sisuda e extremamente dedicada ao trabalho. Percebendo o afastameto, Winfried decide visitar a filha na cidade em que ela mora, Budapeste. A iniciativa não dá certo, resultando em vários enfrentamentos entre pai e filha, o que faz com que ele volte para casa. Tempos depois, Winfried ressurge na vida de Ines sob o alter-ego de Toni Erdmann, especialista em contar mentiras bem-intencionadas a todos que ela conhece.

Trailer do Filme:

Ficha Técnica:
Título Original: Toni Erdmann
País: Alemanha/Áustria
Ano: 2016
Duração: 162 min
Gênero: Drama, Comédia
Direção: Maren Ade
Roteiro: Maren Ade
Fotografia: Patrick Orth
Montagem: Heike Parplies
Música: Maren Ade
Figurino: Gitti Fuchs
Estúdio: Komplizen Film, Coop99 Filmproduktion, KNM
Produção: Maren Ade, Jonas Dornbach
Elenco: Peter Simonischek, Sandra Huller, Michael Wittenborn, Thomas Loibl, Trystan Putter, Hadewych Minis, Lucy Russell, Ingrid Bisu, Vlad Ivanov, Victoria Cocias, Radu Banzaru, Anna Maria Bergold

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Categoria: Comédia, Resenhas de Filmes, Tiago Britto

Sobre o autor ()

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *