wholesale nfl jerseys
authentic cheap nfl jerseys

Crítica: 007 – A Serviço Secreto de Sua Majestade (On Her Majesty’sSecret Service)

O filme 007 – A Serviço Secreto de Sua Majestade é o sexto filme da série sobre James Bond e também o primeiro que não conta com Sean Connery como protagonista. Connery se dizia estereotipado e cansado de representar o mesmo papel. As pessoas na rua já não o enxergavam como uma pessoa comum e passavam a cobrar dele uma postura que o 007 teria. Decidido que precisava de uma tempo ele passou  a missão de dar vida ao agente secreto para George Lazenby, que assumiu o papel em uma única produção.
A trama é dividida em dua etapas e sofre exatamente com este contexto, pois o filme parece que se inicia realmente após quase uma hora de exibição. No primeiro momento vemos 007 em um romance com a Condessa Teresa de Vicenzo, que é filha de um criminoso que, por um troca de favores, entrega a localização do vilão Blofeld. O chefe da SPECTRE estaria no alto de uma montanha da gelada em uma mansão, que servia como uma espécie de laboratório. Era neste local que o vilão tramava mais um plano de chantagem mundial, desta vez envolvendo bombas genéticas e hipnose.
A perda do ator principal, pelo menos pra mim, foi muito sentida. George Lazenby não consegue ser charmoso como seu antecessor e nem cômico como seu sucessor. Na verdade o ator literalmente é sem graça e não apresenta muitas expressões. Sua única contribuição a franquia fica por conta de cenas de ação mais interessantes e bem ensaiadas. Sua escolha talvez tenha sido um grande erro, pois ele foi o escolhido entre diversos atores e no fundo não passava de um vendedor de carros, que trabalhava como modelo e fez um comercial de chocolate. Não estou querendo ser pejorativo, mas ele não tinha o cacife para dar vida a um grande personagem do cinema. Outro que não me convenceu foi Telly Savalas. Seu vilão é muito inferior ao que Donald Pleasance entregou em poucos minutos em Com 007 Só Se Vive Duas Vezes.
Outro problema que surgiu para o fã que conhece a cronologia da série é o roteiro. Os responsáveis não conseguiram encontrar soluções criativas para corrigir os problemas de sequência da trama, pois este livro foi feito antes do que deu origem ao filme anterior. Um dos grandes erros que ficam a tona é o encontro de Blofeld e Bond, que já tinha acontecido na produção anterior e acontece desta vez como se eles nunca tivessem se visto. Até tentaram encontrar uma saída, mas desistiram pelo meio do caminho e torceram para que o público entendesse. A divisão do filme em duas histórias também prejudica o filme, que termina ficando bem arrastado, principalmente na construção demorada dos personagens. O figurino é excêntrico demais e foge do caráter do personagem. Os pontos positivos ficam pelas perseguições no gelo e pelas belas tomadas nas montanhas, que garatem ao filme uma boa fotografia e também a trilha sonora.
007 – A Serviço Secreto de Sua Majestade fica então como um dos piores filmes da série até o momento, sofrendo com problemas de atuação, roteiro e montagem. É lógico que há pontos fortes, mas estes não me agradaram tanto ao ponto de esquecer seus problemas.

Veja mais críticas na nossa página especial do personagem

Categoria: Ação, Especial James Bond, Fraco, Resenhas de Filmes, Tiago Britto

Sobre o autor ()

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mlb Jerseys - For You To Look Because Selecting A Jersey For You
How A Hockey Jerseys Clean
Al Davis, Raiders Football Synonymous With Black Culture
Nfl Dog Clothes Greatest Dogs
Fashion With Quotes Clothing
How To Bear In Mind Your Hockey Jerseys Clean
Most Baseball Players Often Have These Hitting Problems
How Aid Your Hockey Jerseys Clean
Framing A Sports Jersey
All All About The Baseball Jersey
cheap jerseys
wholesale jerseys
cheap nfl jerseys
wholesale jerseys
cheap nba jerseys
wholesale nba jerseys
nba jerseys cheap
cheap jerseys