[Resenha/Crítica]: No Fim do Túnel

no-fim-do-tunel_posterAbraçando o clichê de forma eficaz.

Joaquin é um homem que vive sozinho em sua casa escura, tendo apenas como companhia o seu velho cachorro e sua cadeira de rodas. Ele não tem os movimentos das pernas. Um dia decide colocar um quarto de sua casa para alugar. A bela dançarina Berta, junto com sua filha Betty, aluga o cômodo. Berta começa a tomar conta da casa e Joaquin se incomoda com aquilo. Em seu porão, ele conserta alguns velhos computadores. Em certo momento percebe algo diferente vindo da casa do vizinho. Joaquin, com uma pequena câmera, começa a vigiá-los, logo percebendo que são bandidos e que pretendem roubar um banco ali perto.

Pronto, já temos os ingredientes que um bom thriller precisa ter. O homem com dificuldades de locomoção, mas com alguns mistérios para desvendar. Uma bela mulher, de caráter duvidoso, que irá amolecer o coração do protagonista. Personagens com algum tipo de trauma que será esmiuçado no decorrer da trama, ou não, mas que está ali. Um ambiente escuro para ajudar no clima noir. Reviravoltas, muitas vezes implausíveis, mas que fazem bem para a história. Trilha sonora invasiva que não dá trégua, querendo sempre lembrar que estamos vendo um suspense. E algumas cenas em que o mocinho quase é pego pelo bandido. Ainda um pouco de chuva, um pouco de noite, um pouco de claustrofobia, um pouco de bandidos e um pouco de polícia. Junta-se tudo e temos todos os elementos imprescindíveis para uma boa diversão de duas horas. É clichê? Sim, muito. Mas o que seria do bom divertimento sem o bom clichê?

nofimd

Em seu primeiro filme como roteirista e diretor, o argentino Rodrigo Grande juntou o que tem de mais fácil para ganhar o espectador, e tudo é bem fácil de ser digerido e de ser acertado. É um tipo de filme que até subestima a inteligência, com algumas inconsistências em seu roteiro, ou até na sua montagem, mas dá-se um desconto para o diretor que está em seu primeiro trabalho solo e entrega um suspense que funciona muito bem, divertindo e prendendo a atenção do início ao fim, e isso não é tão fácil de fazer.

Feche os olhos para algumas derrapadas e abra para o resto, assim terá duas horas de um bom entretenimento. E o ator Leonardo Sbaraglia (Relatos Selvagens), dos filmes Plata Quemada, Relatos Selvagens e do bem conceituado O Silêncio do Céu e, ainda, boa pinta e bom ator, prova que o cinema argentino não vive só de Ricardo Darín (Tese Sobre Um Homicídio, Relatos Selvagens) dando um show, fazendo inveja aos paralímpicos. No Fim do Túnel não é baseado em fatos reais e nem quer, ele é assumidamente mais um filme livre de ficção.

Nota do CD:

★★★☆☆

Sinopse:Joaquin é um homem que vive sozinho em sua casa escura, tendo apenas como companhia o seu velho cachorro e sua cadeira de rodas. Ele não tem os movimentos das pernas. Um dia decide colocar um quarto de sua casa para alugar. A bela dançarina Berta, junto com sua filha Betty, aluga o cômodo. Berta começa a tomar conta da casa e Joaquin se incomoda com aquilo. Em seu porão, ele conserta alguns velhos computadores. Em certo momento percebe algo diferente vindo da casa do vizinho. Joaquin, com uma pequena câmera, começa a vigiá-los, logo percebendo que são bandidos e que pretendem roubar um banco ali perto.

Trailer do Filme:


Ficha Técnica:
Gênero: Suspense
Direção: Rodrigo Grande
Roteiro: Rodrigo Grande
Elenco: Ariel Nuñez Di Croce, Clara Lago, Cristóbal Pinto, Daniel Morales Comini, Facundo Nahuel Giménez, Federico Luppi, Guillermo Jacubowicz, Javier Godino, Juan Carlos Nozzi, Laura Faienza, Leonardo Sbaraglia, Luciano Conti, Luz Giménez, Néstor Castro, Noemí Contreras, Pablo Echarri, Sergio Ferreiro, Sergio López Santana, Uma Salduende, Walter Donado
Produção: Axel Kuschevatzky, Gerardo Herrero, Martín Seefeld, Sofía Toro Pollicino, Vanessa Ragone
Fotografia: Félix Monti
Montador: Irene Blecua, Leire Alonso, Manuel Bauer
Trilha Sonora: Federico Jusid, Lucio Godoy
Duração: 120 min.
Ano: 2016
País: Argentina / Espanha
Cor: Colorido
Estreia: 06/10/2016 (Brasil)
Estúdio: Árbol Contenidos / Haddock Films / Televisión Española (TVE) / Televisión Federal (Telefe) / Tornasol Films

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Categoria: Detalhando, Em Cartaz, Estreias da Semana, Resenhas de Filmes, Suspense, Thriller, Vavá Pereira

Sobre o autor ()

Um publicitário que ama os filmes desde que nasceu. De Closer a O Senhor dos Anéis, de Uma Linda Mulher a O Poderoso Chefão. Sim, eu amo Julia Roberts! Gosto de quem gosta dos filmes que gosto, mas gosto mais ainda de quem não gosta, pois uma boa discussão não faz mal a ninguém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *